Alferes Pereira numa entrevista à RCF no jornal do meio dia desta segunda feira, abriu o livro quebrando o silencio desde que despoletou a polémica no CDS PP que originou varias demissões de figuras ligadas a núcleos e a queda do núcleo de Caldas/ Pigeiros.

Recorde-se que toda a polémica estoirou, após a apresentação de Rui Tavares, como candidato à câmara municipal de Santa Maria da Feira. Nessa apresentação, o candidato desafiou do púlpito, o líder da concelhia Ângelo Santos, a encabeçar a lista à assembleia municipal, tendo este, aceite de imediato. Até aqui, nada parecia de errado se, Alferes Pereira, não garantisse ter sido convidado para o cargo há meses atrás. Um convite endereçado por Ângelo Santos.

Na dita apresentação, Alferes Pereira assegura que, já havia alguns problemas internos, mas nunca pensou que se chegasse a este ponto.Demissões em bloco têm sido uma constante desde então.

Ouça na integra a entrevista concedida à RCF.