Em dois meses a sede do rancho folclórico de S. Tiago de Lobão foi assaltada três vezes causando prejuizos que rondam os cinco mil euros.

Os assaltantes tentaram levar a maquina de tabaco mas não conseguiram satisfazer os seus intentos, furtando caixas de bebidas, a placa vitrocerãmica do fogão e cadeiras.

David Neves, presidente do rancho folclórico, mostra-se muito preocupado com a insegurança que se vive.

Mas a onda de assaltos que tem varrido a localidade, estende-se também a varias residências particulares pela calada da noite.