Os últimos dias da vida de Jesus Cristo voltam às ruas de Santa Maria da Feira, naquela que é uma dos mais emblemáticas manifestaçoes culturais do municipio.

O evento que já conta mais de duas decadas de existencia, reune a sociedade eclesiástica e civil com uma recriação histórica carregada de emoção e espiritualidade.

A entrada triunfal em Jerusalém, a Última Ceia, a Via Sacra e a Procissão das Endoenças são os momentos altos da programação.

O arranque vai acontecer já no proximo sabado com a iniciativa “Correr as Capelinhas”, depois do sucesso e adesão excepcionais do ano anterior. O resgate de tradições da gastronomia pascal e o conhecimento ou reconhecimento do património arquitectónico religioso da cidade de Santa Maria da Feira voltam a estar em destaque.

No domingo, a “Entrada Triunfal” em Jerusalém assume grande prepnderancia, seguindo-se na semana santa a “Última Ceia” e a “Via Sacra”. Aludindo à Paixão, acontecerão as celebrações eucarísticas do calendário litúrgico e outras iniciativas como visitas guiadas ao património e concertos de música sacra.

A Procissão do Ecce Homo ou Endoenças, uma tradição centenária e uma das mais antigas do país, terá também o seu lugar de destaque, acontecendo na noite de 29 de março.

Com a organização e produção a cargo do Grupo Gólgota, da Feira Viva, da Câmara Municipal, contando com a estreita colaboração de outras entidades e forças vivas do concelho, de 24 de março a 2 de abril a cidade volta a receber a Semana Santa.