Os vereadores do partido socialista de Santa Maria da Feira, solicitaram ao executivo uma relação de pagamentos à câmara ao longo de 2019 da P. Parques – concessionária do estacionamento na cidade. “A partir de determinada altura, apesar dos pedidos, deixou de nos ser dada a relação dos pagamentos percebendo-se que a empresa estava de novo em incumprimento, depois de a câmara e Emídio Sousa, ter perdoado cerca de meio milhão de euros à concessionária”, esclarece Lia Ferreira, sublinhando querer “perceber em que altura a empresa deixou de pagar por inteiro, uma vez que no primeiro semestre já estavam pagamentos em atraso”, sustenta.

A vereadora quis saber ainda, na última reunião do executivo, qual a estratégia que Emidio Sousa diz estar a seguir, mas o autarca negou prestar quaisquer esclarecimentos no momento, alegando que “o assunto está a ser tratado com os advogados não querendo dar trunfos à outra parte”, frisou.

“ Se o Sr. presidente não quer revelar publicamente a estratégia, pelo menos, que nos diga, de forma sigilosa, o que está a ser definido visto representarmos uma franja significativa do eleitorado”, lembra a socialista.

Lia Ferreira entende que, “não existem mais condições para fazer novas renegociações e acordos com uma empresa que nunca cumpriu penalizando a câmara e os munícipes”, ressalvando que “a única via é renunciar o contrato”, concretizou.

A vereadora socialista recorda também que, continuam “à espera da resposta da câmara sobre os 33 lugares que serviram de base para o acordo em tribunal, que obrigou o município a pagar à concessionária cerca de meio milhão de euros”, num processo que classifica de “opaco”, prometendo não deixar cair o assunto. “ O PS nunca deixará cair o assunto sem ser devidamente esclarecido”, garante.