Actualização do tarifário da água e saneamento no novo ano em S.M.da Feira

Dez 31, 2020

O novo ano traz mais um aumento da tarifa da água e saneamento em Santa Maria da Feira, cumprindo-se mais uma actualização do contrato com a concessionária Indaqua.

A revisão do tarifário da água e saneamento voltou a merecer reprovação dos vereadores do partido socialista na última reunião de camara, tendo, Délio Carquejo, acenado com alguns rankings para demonstar que Santa Maria da Feira tem um dos maiores tarifários do país.

O vereador socialista sublinhou que, esta subida do preço, não vem do aumento dos custos da água em alta pela Águas de Douro e Paiva, nem da variação do índice de preços ao consumidor que diminuíram, mas, surge, de “uma péssima renegociação realizada com a empresa Indaqua, por este executivo PSD e pelo presidente Emídio Sousa penalizando os feirenses durante dez anos”.

O presidente da câmara, Emídio Sousa começou por dizer que a revisão estava “de acordo com a lei e os pareceres favoráveis da assessoria jurídica e da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR)”, acrescentando que, “as comparações com outros municípios são injustas, porque, o serviço da indaqua é melhor”, acenando também com um estudo que encomendou onde o resultado é positivo, embora reconheça que também gostaria de pagar menos.  

O autarca feirense acrescentou que, “a Indaqua presta um extraordinário serviço, proporcionando uma qualidade de vida única, apenas por um euro por dia”, explicou.

Os vereadores do PS exortaram ainda o município a efectuar um estudo para perceber o impacto financeiro de um possível resgate do contrato com a Indaqua, mas, Emídio Sousa respondeu que, essa questão não se coloca porque seria “passar para gerações futuras uma despesa que compete ao município pagar, colocando-o numa situação de incapacidade financeira total”, sustentando que não alinha em “demagogia eleitoralista”.

Foto: DR   

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *