Missas canceladas com a presença de fieis

Jan 21, 2021

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) decidiu suspender a celebração “pública” da eucaristia a partir do próximo sábado.

Os bispos determinaram também “a suspensão de catequeses e outras atividades pastorais que impliquem contacto, até novas orientações”, de acordo com um comunicado.

No documento pode ler-se ainda que “tendo consciência da extrema gravidade da situação pandémica que estamos a viver no nosso País, consideramos que é um imperativo moral para todos os cidadãos, e particularmente para os cristãos, ter o máximo de precauções sanitárias para evitar contágios, contribuindo para ultrapassar esta situação.”

“Nesse sentido, embora lamentando fazê-lo, a Conferência Episcopal Portuguesa determina a suspensão da celebração ‘pública’ da Eucaristia a partir de 23 de janeiro de 2021, bem como a suspensão de catequeses e outras atividades pastorais que impliquem contacto, até novas orientações.

As Dioceses das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira darão orientações próprias.”

A solução passará, tal como aconteceu durante o primeiro confinamento na primavera de 2020, por apostar na transmissão das missas pela internet para que os fiéis possam pelo menos seguir as celebrações a partir de casa.

O comunicado informa ainda que as exéquias passarão a realizar-se de acordo com as normas que foram publicadas pela CEP em maio de 2020.

Os bispos terminam a sua comunicação mostrando-se solidários com todos os que estão na linha da frente do combate à pandemia. “Exprimimos especial consideração, estima e gratidão a quantos, na linha da frente dos hospitais e em todo o sistema de saúde, continuam a lutar com extrema dedicação para salvar as vidas em risco. Que Deus abençoe este inestimável testemunho de humanidade e generosidade e que eles possam contar com a solidariedade coerente e responsável de todos os cidadãos, a fim de que, com a colaboração de todos, possamos superar esta gravíssima crise e construir um mundo mais solidário, fraterno e responsável.”

“Pedimos que, a nível individual, nas famílias e nas comunidades, se mantenha uma atitude de constante oração a Deus pelas vítimas mortais da pandemia, pedindo ao Senhor da Vida que os acolha nos seus braços misericordiosos, e manifestamos o nosso apoio fraterno aos seus familiares em luto”, termina a nota. da CEP.

Foto: DR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *