Abate de árvore gera polémica nas Caldas

Jan 7, 2022

A questão tem provocado ruído publicamente e já mereceu uma reacção da Quercus de Aveiro. Falamos do abate de árvores, nomeadamente de um carvalho, na requalificaçao em curso da envolvente às Termas das Caldas de S. Jorge.

A associação ambientalista considera que, as árvores autóctones “foram cortadas por motivos incompreensíveis” garantindo que o carvalho “estava de boa saúde”, capturando  grandes quantidades de carbono, libertava oxigénio e prestava serviços de ecossistema aos moradores.

Márcio Correia, vereador socialista, socorrou-se desta noticia e informação da Quercus e quis saber, na última reunião de cãmara, as razões do abate.

Emidio Sousa assegurou que o carvalho em causa estava doente e representava perigo de queda.

A vereadora do pelouro do urbanismo, Ana Ozório, explicou também as razões que sustentaram a intervenção.

Foto:DR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Popup window